X

Iansã (Nkisi Matamba)

Iansã (Nkisi Matamba)
Oiá, a rainha dos raios e tempestades.

Orixá dos ventos e das tempestades, rainha dos raios, guerreira das mais temidas. Iansã é a beleza natural da mulher que abre mão da vaidade (porque pode fazer isso sem prejuízo ao seu poder de sedução) para lutar pelo que almeja. Foi esposa de Ogum e depois de Xangô, orixá com quem viveu, nas lendas, até virar orixá. Foi responsável por distribuir as ervas de Ossain para os outros orixás com seus ventos e por livrar Obaluayê de suas chagas, o que fez com que este orixá dividisse com ela seu domínio, os cemitérios. Corresponde às minkisi Matamba e Bamburucema no Candomblé Angola.

 

Dia da semana: Quarta-feira.

Saudação: Èpá heyi Ìyá Mesàn Orun! Èpá heyi Oya!

Tradução: "Viva a Senhora, Mãe dos Nove Céus!" "Viva a Senhora Oiá!"

Sincretismo: Santa Bárbara, comemorado no dia 4 de Dezembro.

Cores: Amarelo-ouro (Umbanda) vermelho ou coral(Candomblé).

Símbolos: Chifres de búfalo e uma alfanje.

Onde recebe oferenda: Cachoeiras e bambuzais.

Principais Oferendas: Crisântemos amarelos, rosas amarelas.

Bebidas: Champanhe.

Elementos: Fogo.

Algumas ervas: Aguapé (gigoga vermelha), espada de Iansã, carqueja, folhas de bambu.

Animais: Búfalo e borboleta.

Comida: Acarajé.

Domínio: Ventos e raios.

Particularidade: Enfrenta os Eguns, e é guerreira.

Característica: Sensual, geniosa, alegre.

--

Texto extraído do livro "Umbanda de Barracão"

Autor: Pai Alexandre Falasco

Todos os direitos reservados - All rights reserved

Continue lendo nossos artigos e matérias.

O 5º caminho de Odí regerá 2020

Um ano muito difícil vem por aí, com muitas brigas e necessidade de PACIÊNCIA. Ano de acalmar o ímpeto de Ogum.

Ofò - Encantando as ervas!

Para o povo Iorubá , o poder mágico das ervas só é possível se as mesmas forem acompanhadas de palavras que as encantem, o Ofò.

Encerramento de ano no Barracão

Espírito cigano dá boas-vindas a 2020

© Copyright 2010 Giras de Umbanda - Todos os direitos reservados