X

Dia dos Pretos Velhos.

Dia dos Pretos Velhos.
13 de maio celebra o maior símbolo da Umbanda, veja belas imagens.

Os Pretos e Pretas Velhas, espíritos de nossos ancestrais que em uma de suas encarnações foram escravos no Brasil, hoje voltam como Guias de Luz para com sua experiência e simplicidade orientar e ajudar os ainda encarnados.
 
São sem dúvida o maior símbolo da umbanda, religião brasileira por excelência, pois em nenhuma outra existe este culto aos Pretos Velhos.
 
A comunicação mediúnica, onde espíritos e/ou entidades se manifestam através do fenômeno da incorporação em seus médiuns, não é exclusividade da religião de umbanda, contudo, enquanto o kardecismo se comunica com espíritos de médicos, mestres planetários e o candomblé com orixás (estamos falando do candomblé Ketu de origem), é a umbanda que abre espaço para estes espíritos desencarnados poderem nos ajudar com suas rezas, passes e mirongas poderosas.
 
Em gratidão profunda a estes queridos espíritos protetores, terreiros umbandistas de toda parte do País realizam homenagens no dia 13 de maio, por este ser o dia da abolição da escravatura.
 
No Barracão de Pai José de Aruanda, terreiro cujo nome já remete a esta vibração da linha de Yorimá, não é diferente. Com humildade e simplicidade, como é do agrado destas maravilhosas entidades, a casa do Pai José realiza também sua homenagem.
 
Se por um lado, a simplicidade do conjunto ritualístico fica evidente, é explícito o carinho e devoção nos detalhes dos enfeites e no axé emanado de cada filho de santo.
 
Nesta matéria, as lentes da filha de santo e fotógrafa Daniele Vertuan registraram a maioria dos médiuns incorporados dos Pretos e Pretas Velhas.
 

Continue lendo nossos artigos e matérias.

30 de Setembro é dia de Xangô, São Jerônimo.

O Santo pouco lembrando na igreja se tornou um dos maiores Orixás da Umbanda.

Olubajé 2019 no Barracão

Tradicional passagem de Obaluaê na casa de Pai José emociona centenas de participantes.

Xangô, São Jerônimo e o Leão

Conheça um dos motivos do sincretismo do santo com o orixá Xangô.

© Copyright 2010 Giras de Umbanda - Todos os direitos reservados