Hoje é 18/10/17 ,Quarta-Feira, dia de Xangô

Vigília para Xangô 2015 no Barracão de Pai José.

Um rito cheio de fundamento, que precede a festa do Orixá.

Um rito cheio de fundamento, que precede a festa do Orixá.

A tradicional festa em louvor ao orixá Xangô no Barracão de Pai José acontece no sábado mais próximo do dia 30 de setembro, precisamente as 16 horas. Contudo, os trabalhos espirituais que envolvem a celebração começam muito antes disso.
 
Na sexta feira, enquanto filhos de santo finalizam os últimos detalhes nos enfeites, na cozinha de santo a Mãe Silmara começa a preparar o amalá, prato ritual do Orixá que será colocado ao centro do congá junto da sua imagem e receberá as bênçãos de diversas entidades em ritual fechado que chamamos de Vigília.
 
Por volta das 19h desta sexta-feira a primeira entidade espiritual baixa no terreiro, em um médium da casa, para saudar e deixar seu axé na oferenda do grande Orixá. Este Guia de Luz, que pode ser um Caboclo, um Baiano, um Preto Velho, permanece em terra por aproximadamente uma hora, quando então outro médium da casa irá receber uma outra Entidade e assim por diante, madrugada adentro, até o dia seguinte, até a hora da festa de Xangô na tarde de sábado.
 
Neste ano de 2015 os médiuns que realizaram cada hora ritual foram estes:
 
19h Mãe Silmara 
20h Carla Alencar 
21h Mãe Kelly 
22h Maria Carolina 
23h Mãe Maria 
00h Pai Alexandre 
02h Renan Meandro 
03h Mãe Ariane 
04h Lucimara Campos 
05h Igor Blanco 
06h Luiz Camargo 
07h Glauco Coler
08h Paulo Roberto 
09h André Atissano 
10h Antônio Carlos 
11h Ana Gisele 
12h Santos
13h Sonia Donzeli 
14h Mãe Cida  
 
Se quiser saber maiores detalhes sobre o rito de Vigília e seus fundamentos, leia a matéria na coluna de Pai Alexandre, copie esse endereço: http://www.girasdeumbanda.com.br/materia/150/vigilia-para-xango-no-barracao.html 
 
Acesse também outras matérias que preparamos com destaques deste rito tão importante e que estão disponíveis neste nosso portal Giras.
 
Fiquem com as imagens clicadas pela filha de santo do barracão de Pai José, Daniele Vertuan.