Hoje é 25/05/17 ,Quinta-Feira, dia de Oxóssi

Quaresma no terreiro

Existe algum perigo "a mais" durante a quaresma?

Por: Alexandre Falasco

Existe algum perigo "a mais" durante a quaresma?

Eu gosto de iniciar meus textos sempre lembrando que a Umbanda é uma religião plural, diversa, fruto das diferentes escolas umbandistas que formam essa bela religião, e o que escrevo é a minha opinião, dentro daquilo que aprendi na minha escola umbandista, e não tenho a pretensão de ser o dono da verdade.

Ainda mais quando tratarei de um tema tão delicado, o ato litúrgico CATÓLICO de nome quaresma.

A Quaresma, como o nome já diz, é um período de 40 dias que tem início após as festas ditas profanas do carnaval, se encerra no domingo de páscoa.

Segundo os católicos, a finalidade da quaresma é preparar o indivíduo para a páscoa, livra-lo das influências carnais e mundanas através da penitência.

É importante deixar claro que respeitamos esta prática religiosa, própria dos católicos, mas devemos entender que tal tradição pertence ao catolicismo e não à Umbanda.

Porque então existe a lenda de que este período é perigoso, onde as entidades obsessoras "ficam soltas" e portanto existiria uma incidência muito maior destes ataques maléficos?

Antigamente diversos terreiros fechavam suas portas e não trabalhavam nesse período, (alguns o fazem até hoje) e dessa forma, todo o trabalho que justamente combate espíritos mal intencionados, eram encerrados nesse período, o que acarretaria realmente em uma época de maior facilidade para espíritos obsessores.

E porque os terreiros fechavam na quaresma católica?

Entendemos que isso acontecia porque uma grande parte dos sacerdotes de Umbanda no passado foram católicos. Converteram-se à Umbanda, mas se esqueceram de deixar na antiga religião preceitos próprios da mesma. Por outro lado, alguns o fazem apenas porque outros fazem, numa repetição sem nenhuma vontade de entender e pesquisar sobre o que está fazendo.

A Umbanda é cristã, assim como muitas religiões o são. Mas ser cristão não é sinônimo de ser católico, o catolicismo é apenas mais uma religião cristã dentre tantas outras.

Dessa forma, se os católicos preferem usar esse período para reclusão, penitências e jejum de carne vermelha, isso não significa que todos os cristãos devem fazer o mesmo. Nós umbandistas, conscientes de que nossos terreiros são verdadeiros hospitais da espiritualidade, entendemos que nesses 40 dias as pessoas não deixam de ter sofrimento, demandas, doenças e portanto precisam do auxílio dos Guias mesmo na quaresma católica.

Jesus não determinou a quaresma, não disse para ninguém que não se pode comer carne vermelha na sexta feira santa, e por motivos óbvios essa data nem existia em sua passagem por aqui, já que ela celebra justamente sua paixão. Portanto, vamos honrar Jesus repetindo o que ele realmente pregou, que é ajudar as pessoas, fazer a caridade, intermediar as forças de Deus e usar o dom da mediunidade para curar todas as angústias, seja na quaresma ou não.

• A quaresma se consolidou no final do século III, tendo sido citado
no 1º Concílio Ecumênico de Nicéia, no ano 325.
Fonte: Jornal Umbanda Hoje

  


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in E:\Vhosts\girasdeumbanda.com.br\httpdocs\listar.php on line 165