Hoje é 24/02/17 ,Sexta-Feira, dia de Exú

São Sebastião é Oxóssi

Na Umbanda dos Caboclos

Na Umbanda dos Caboclos

Por Pai Alexandre Falasco

Dia 20 de Janeiro é dia de São Sebastião e na Umbanda Ele é Oxóssi, o rei das matas, o caçador. E para representar o grande orixá, vem em terra espíritos que trabalham em sua vibração, os chamados Caboclos.

Para quem não está familiarizado com a religião, fica difícil entender o fenômeno sincrético que envolve estas três personalidades sagradas, portanto, cabe aqui uma pequena explicação:

São Sebastião é o santo católico, um soldado romano, guerreiro, que morreu por se declarar cristão em uma época em que isso custava a própria vida.

Oxóssi é o orixá africano, trazido ao Brasil incrustado na fé inabalável dos escravos traficados de tal continente e que aqui começaram um culto que daria origem ao conhecido Candomblé de hoje.

Caboclos são espíritos de nossos ancestrais, que em vida foram índios, fossem eles os primeiros habitantes dessa terra, ou os “acaboclados” que apesar de já acostumados com a civilização, ainda mantinha fortemente seus costumes, pajelanças e demais rituais. Hoje estes espíritos são os que trabalham na Umbanda, representando Oxóssi, o orixá, que é equivalente a São Sebastião no processo sincrético que equipara orixás a santos católicos.

Na prática e no coração dos umbandistas, todos se tornam uma única energia, a que provem a subsistência de nossas “tribos” urbanas, também conhecidas como comunidades, é a eles que recorremos para pedir a garantia da mesa e da saúde.

Em uma gira umbandista, os médiuns em corrente “recebem” esses espíritos que trazem seus conselhos e dão seus passes que ajudam a curar corpo e mente, são o retrato do ancestral aborígene, conhecedores dos segredos das ervas, valentes, fortes e o mais importante, aqueles que sempre souberam e ensinaram a importância de se conservar a natureza e a cultuá-la como sagrada, muito antes de o assunto se tornar popular diante da necessidade emergencial contemporânea, que só é emergencial porque não demos ouvidos a Eles no passado.

Qualquer pessoa pode acender uma vela a Oxóssi e pedir por sua saúde e de seus familiares, pedir um ano de muita fartura ou que ao menos não falte nada de essencial, pedir a proteção do Caboclos e um pouco de seu Axé.

Abaixo listamos alguns dados sobre o culto a Oxóssi na Umbanda:

Dia da semana: Quinta-feira.
Saudação: Okêaro!
Sincretismo: São Sebastião - Umbanda São Paulo e Rio de Janeiro , comemorado no dia 20 de Janeiro.
Cores: Verde.
Símbolos: O arco e a flecha de ferro fundido.
Onde recebe oferendas: Nas matas.
Principais oferendas: Velas, charutos, frutas, suas comidas e bebidas.
Bebida: Cerveja branca e suco de frutas.
Elemento: Terra.
Algumas ervas: Folha de guiné, peregum, alecrim do cruzamento, manjericão, samambaia, etc.
Animais: Cervo, lebre e outros animais da selva.
Comida: Fruta, inhame, mandioca.
Domínio: As matas.
Particularidade: Trabalha com cura e pajelança.
Características: Ágil, esperto, inteligente, calmo, responsável, sossegado, fiel e muito curioso.