conheça o trabalho do instituto tambor "> conheça o trabalho do instituto tambor "> conheça o trabalho do instituto tambor ">

Hoje é 25/06/17 ,Domingo, dia de Oxalá

Atabaques feitos com arte

Conheça o trabalho do Instituto Tambor

<p class=

Uma das paixões de todo umbandista é a curimba e seus atabaques, para o religioso de Umbanda eles representam seus Orixás e por isso são muito bem tratados, tendo status de sagrado e possuindo rituais específicos.

 

A curimba é formada por diversos instrumentos, a maioria de percussão, e encontramos um lugar onde estes instrumentos são confeccionados com o mesmo carinho e dedicação com o qual o Ogã toca seu Rum.

 

Estamos falando do “Instituto Tambor”, o ateliê do artesão Luiz Poeira.

 

 “No zunir do berimbau de uma roda de capoeira que girava no Embú (SP), Luiz Poeira aprendeu técnicas de repuxo, pintura, entalhe e afinação do instrumento. Unindo essa paixão aos seus estudos sobre manifestações culturais brasileiras e africanas, ele se tornou artesão na arte dos instrumentos percussivos. Poeira utiliza somente materiais selecionados para garantir a consistência precisa dos sons. O toque colorido vêm de tintas e tecidos que revestem a base de seus instrumentos. A madeira entalhada resulta em uma estética tribal que remete a tambores ancestrais. Todo o processo é feito artesanalmente em busca da estética desejada e qualidade sonora”. (Artesanato na Música, Girassol Comunicações).

 

Com sua habilidade e dedicação para criar instrumentos rústicos e notáveis ao mesmo tempo, precisos, Poeira colabora para a preservação da cultura afro-brasileira.

 

Ao longo de sua estrada com mais de 15 anos, desde que iniciou no artesanato de instrumentos musicais de percussão, Poeira passou por oficinas e “luthierias” onde obteve orientações e mentoria de artistas importantes, como: Nilton Cesar Siqueira (artista plástico e artesão), Joana Henri Lemos, o músico e artesão Romulo Albuquerque.

 

O estilo de Poeira, refinado e preciso, destaca-se a ponto de fundar, em 2008, seu próprio ateliê, o Instituto Tambor, atualmente localizado na Vila Sonia, zona oeste de São Paulo.

 

Seus instrumentos são popularmente reconhecidos como “tambor do Poeira”, todavia, ele faz sempre questão de colocar a bandeira do Instituto Tambor a frente, pois contextualiza toda sua produção em prol de um movimento cultural e de desenvolvimento humano, prioritários e acima dos lucros financeiros. Seu sonho é que o Instituto Tambor evolua para uma condição de ONG, com infra-estrutura para acolher e proporcionar benefícios à comunidade, por meio de: cursos para formação de artesãos de instrumentos musicais de percussão, aulas de percussão e dança, academia de tambores, capoeira e outros relacionados.

 

O Instituto Tambor é frequentemente convidado para participar de exposições, seminários e eventos culturais, onde seus tambores e conteúdos de referência, são presença marcante.

 

Os trabalhos do Instituto Tambor são feitos sob encomenda.

 

Veja o vídeo:  http://youtu.be/p5zqwDpH6uk

Site: http://www.institutotambor.com.br

Abaixo algumas imagens do Instituto e seus artesãos.