Hoje é 26/04/17 ,Quarta-Feira, dia de Xangô

Festa para Exu 2012

Barraco de Pai Jos realiza festa para Exu e Pomba Gira

Barracão de Pai José realiza festa para Exu e Pomba Gira

Por Lucimara de Campos


O Barraco comemorou neste ltimo sbado dia 25/02/2012 a segunda festa para os nossos guardies EXUS e nossas queridas e belas Pombas Giras, a preparao comeou na sexta com os enfeites, que foram concludos no sbado de manh. (fotos)


Foi formado uma encruzilhada no meio da assistncia e a mesma pde ficar em volta desta encruzilhada desfrutando da festa.


No inicio do trabalho foi puxado os pontos para Exu, que sempre nos arrepiam e nos trazem mais vibraes ainda, um deles em especial nos trs a descrio do que representa esta linha, que a nossa proteo. Nossos "guardas":


“Tava dormindo na beira do mar, Tava dormindo na beira do mar, quando a Umbanda me chamou pra trabalhar, acorda Exu Tronqueira vai vigiar, acorda Exu Tronqueira, vai vigiar, o inimigo est invadindo a porteira do curral, pe a mo na suas armas vai guerrear, bota o inimigo pra fora para nunca mais voltar !"


No decorrer do trabalho foi feito um churrasco comunitrio, onde todos contriburam, tanto os mdiuns como a assistncia.

Fora os atendimentos, que sempre so bate papos cheio de conselhos maravilhosos com bom humor, mas com muita sabedoria.


Segundo as palavras de Pierre Verger:


“Exu a figura mais controvertida dos cultos afro-brasileiros e tambm a mais conhecida. H, antes de tudo, a discusso se Exu um Orix ou apenas uma Entidade diferente, que ficaria entre a classificao de Orix e Ser Humano. Sem dvida, ele trafega tanto pelo mundo material (ay), onde habitam os seres humanos e todas as figuras vivas que conhecemos, como pela regio do sobrenatural (orum), onde trafegam Orixs, Entidades afins e as Almas dos mortos (eguns).”


Esses guias no so demnios, como muitas religies os descrevem, e sim anjos que nos protegem e nos livram de maldades de encarnados e desencarnados.


A festa teve propsito especial por ser 2012 um ano regido pelo Orix Exu para a comunidade do Barraco de Pai Jos de Aruanda.


Loroi Exu


Fotos Silmara Falasco